"Antes de mudar o mundo, mudar a gente. Ajuda pra caramba..." (Renato Russo)

sábado, 20 de outubro de 2007

Liberdade!!!

o/

Pois é. Sexta-feira...Estou aqui curtindo a minha solidão acompanhada de músicas boas e me dedicando a trabalhos no Photoshop. Como disse ontem, vários projetos estão na minha cabeça e, aos poucos, pequenos indícios de que eu terei disciplina para levar estes projetos à frente começam a aparecer. Pretendo, e espero que torçam para isso, que estes pequenos fachos tornam-se labaredas lá na frente.
O desenho de hoje pertence a “seleta” fase de 2001 que já chamaram de “Fase Inspirada” rsrs..mas enfim...Não me lembro em quais circunstâncias fiz este desenho, mas hoje quando olho para ele tenho a sensação de busca por liberdade. Não é dos meus preferidos, mas me identifico com ele por causa disso. No mundo de hoje os otimistas até esperam encontrar a própria liberdade, enquanto os determinados continuam a buscá-la mesmo sabendo que dificilmente a encontrará plenamente.

Bom, aqui me despeço com mais poesia e mais material de jogo.

Até breve

Pensamento do Dia: "Quando não se pode mais mudar tanta coisa errada, vamos viver nosso Sonho. Temos tão pouco tempo..." (Chorão - Como tudo deve ser)

Foto: Busca da Liberdade - Igor André, 2001
Ouvindo: Pink Floyd - The Dark side of the Moon

Texto - O Mistério dos Inconformados, 2007

Bem aventurados aqueles que atravessam corações, mentes, cercas e fronteiras.
Os que entregam a mercê do destino uma geração inteira sem chance de virar o jogo.
Bem aventurados aqueles que de joelhos estendem as mãos, enxergando esperança em imagens sem perspectiva.
Bem aventurados os que matam por amor e não perdoam as ofensas lhes causadas.
E piedade de nós, casta ínfima de peregrinos solitários
Que de tanto olhar pro céu não enxergam esperança no futuro,
Não têm forças pra lutar por algo sumariamente retirado
Que por feridas de perdão não conseguem mais amar e ser amados
Que não atravessam nada andando em círculos
Que de joelhos busca o solo, com as mãos cheias de terra, enxergam tudo em preto e branco
Piedade daqueles, que ao morrer e viver por tantas vezes, já não conseguem mais permanecer calados...


Igor André - Feliz, mas ainda Inconformado

RPG - Personagem - Gorlon


É verdade que depois da queda de Lennórien os elfos de Arton carregam no peito uma mágoa irreversível e poucos de fato voltam a sorrir de verdade. No entanto, uma minoria de elfos parece encarnar toda a melancolia, solidão e sofrimento da Deusa Glorienn. Um deles é Gorlon.
Pouco se sabe do passado de Gorlon ou como ele aprendeu a dominar o uso da magia. O elfo parece não revelar a sua história nem para seus amigos mais íntimos. E esses são poucos. Acredita-se, no entanto, que pela postura altiva e fala ponderada, clara e educada, que Gorlon seja descendente de uma nobre família elfica de Lennórien.
Não se sabe ao certo como Gorlon escapou do ataque da Aliança Negra que decretaria a quase extinção de sua raça. Supõem-se que ele tenha vindo ao Reinado com uma caravana que alcançara o Reino de Ahlen. Gorlon viveria de pequenas apresentações de truques mágicos nos próximos anos até conhecer seu parceiro e melhor amigo: o Halfling, Eldon Wilton.
Juntos, eles passariam a praticar pequenos trambiques em jogadores de tavernas desavisados por todo reino de Ahlen até terem suas cabeças postas a prêmio por um dos inúmeros burgueses passado para trás diante da lábia de Eldon e da magia de Gorlon. Fugiram para Gorendill, onde conheceram os homens que viriam a se tornar seus companheiros de Aventuras, incluindo Raizin Winallar que seria nomeado Príncipe Regente de Tyrondir alguns anos depois.
Gorlon é bastante solícito. Pronto para ajudar seus companheiros com sua magia ou com a sua inteligência. Acredita-se que Gorlon é uma das mentes mais brilhantes do Reinado, rivalizando com Talude, Vectorius e até mesmo o Dragão Rei Mizzelin. Por outro lado, quando não está empenhado em descobrir poderes de itens mágicos achados pelo grupo ou pesquisando novas magias, Gorlon é extremamente recluso. Às vezes passa dias sem pronunciar uma palavra ou só responde o necessário. Diz-se que o único capaz de fazer Gorlon sorrir é o seu pequeno amigo fanfarrão Eldon Wilton.
Hoje, Gorlon é um dos parlamentares de Cosahmir e o braço direito de Raizin nas decisões governamentais. Além disso, Gorlon ainda leciona em sua própria escola de magia chamada Arco de Fiona. O requisito para entrar na Escola é ter menos de 7 anos de idade. Não existem limitações por classes. Gorlon ensina magia desde o mais rico herdeiro da corte até o mais pobre filho de camponês.

Rumores e Boatos

  • A ranger Fionna, que passou algum tempo se aventurando com Gorlon e cia, foi o grande amor da vida de Gorlon. No entanto, não se sabe o que aconteceu para que Fionna deixasse o grupo;
  • Alguns bardos afirmam que Fionna e Eldon Wilton teriam morrido juntos numa mesma batalha na qual Gorlon e Raizin teriam sido os únicos sobreviventes do grupo;
  • Gorlon têm um irmão gêmeo que foi separado dele ainda criança porque seus pais acreditavam que criar os gêmeos juntos poderia representar perigo diante da ira do Rei, uma vez que, segundo uma antiga lenda élfica, o nascimento de gêmeos era o início de uma Nova Era e de Renovação. E que era destino dos gêmeos (ou de um deles) liderar e governar os elfos.
  • O irmão separado de Gorlon teria sido levado para Lomatubar e lá teria se tornado um druida de Magalock. Seu nome seria Hidalgo;
  • Gorlon fez parte do grupo responsável pela libertação da Deusa Valkária;
  • Gorlon foi morto pelos seus companheiros e pelo seu melhor amigo, Raizin, após se revoltar contra eles devido a causas misteriosas;

Estatísticas: Gorlon (Mago 14, Feiticeiro 1. Neutro e Bom)

Foto: Gorlon e A Lâmina de Krios, por Maia Kovalick - Pintora de Malpetrim

O personagem Gorlon é uma criação de minha autoria e do meu grupo de RPG, usam as regras do D&D 3º Edição (3.0) e são ambientados em Arton (mundo fictício do cenário Tormenta, escrito por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan - entre outros - publicado atualmente pela Editora Jambô).

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Futuro Promissor - ou não?


Awaaaayyy!!!

Olá a todos


Como podem ver, diminui consideravelmente o ritmo de posts para tentar dormir em um “horário de gente” - como diz minha mãe em sua notória microcefalia materna. É verdade que muitas vezes acabo não conseguindo, mas já estou acostumando com os chás de gosto duvidoso e com os hits 80’s que têm embalado o meu sono.

Neste meio tempo fiz algumas coisas dignas de nota, como ir a uma palestra de Gabriel, o gênio, Pensador e não conseguir ter meu livro novinho autografado e ir a um show de Heavy Metal não muito empolgante que terminaria ao som de Massacration. Mas ali sim valeu a pena: consegui conversar com o meu “segundo maior ídolo”, Gil Brother, o Away de Petrópolis! Descolei, algumas fotos, vídeos e, pasmem: um autógrafo do astro, que, concordo, pouca gente acreditará ser mesmo dele. Com tempo eu digitalizo e posto.

Além disso, projetos! Não bastasse o excesso de trabalho, minha cabeça fervilha de idéias. No momento enveredo pela mata que é o Photoshop CS, além de dar uma flertada com o Flash e, claro, ActionScript. A série de textos e material de campanha de RPG continuam aqui no Blog, assim como alguns desenhos esporádicos.

Portanto, saibam que ainda não abandonei este meu cantinho, embora devido as minhas atuais atividades, é bem provável que minhas passagens por aqui fiquem um pouco menos constantes.

Atenciosamente,

Igor André, futuro esposo, pai e defunto – não necessariamente nesta ordem...

Pensamento do Dia: “O poeta já falou vendo o homem em seu caminho: o ar do passarinho é o ar e não ninho” (Gabriel, o Pensador – Brasa)

Foto: Gabriel, o Pensador, palestra em Cabo Frio – 08/10/2007

Ouvindo: Total Grunge (Nirvana, Alice in Chains, Chris Cornnel e Pearl Jam)

RPG - Artefato - Vingadora de Thyatis


A Vingadora de Thyatis só foi vista em ação em tempos recentes, mas segundo estudiosos, ela é talvez um dos artefatos mais poderosos de todo o Reinado de Arton. Outrora chamada de Flagelo de Azgher, a Vingadora de Thyatis hoje é empunhada pelo atual Príncipe Regente do Reino de Tyrondir e paladino de Thyatis, Raizin Winallar.
Segundo os manuscritos do Bardo e Menestrel Gerald Lawrence, o Flagelo de Azgher pertencia originalmente ao tesouro particular de Torn Vorlat, permanecendo nas masmorras do Palácio Rishantor por muitos anos até que um grupo de aventureiros, entre eles, o jovem Raizin, foi capaz de invadir o local com objetivo de resgatar um prisioneiro durante o famoso Baile de Máscaras.
Os manuscritos de Lawrence ainda sugerem que o Flagelo de Azgher teria se transformado em uma Vingadora através do sangue de Raizin que fora derramado pelo próprio Thyatis em uma espécie de Batismo de Fogo após uma prova de superação por parte do jovem Paladino.

Rumores e Boatos

  • Contrariado diante do “roubo” de seu tesouro, Vorlat é um dos maiores opositores de Raizin de todo o Reinado;
  • Diz-se que além de maquinações políticas, Vorlat também se empenha em contratar caçadores de recompensa famosos para tira a vida do jovem paladino sem levantar suspeitas;
  • Raizin teria feito parte do grupo responsável pela Libertação de Valkária;
  • A Vingadora de Thyatis teria sido perdida em um dos planos dos deuses após seu portador teria encontrado sua morte definitiva enquanto se empenhava em resgatar a Deusa da Humanidade;
  • O Jovem filho de Raizin, Connor Winnalar, herdeiro do trono estaria procurando aventureiros a procura de aventureiros com objetivo de realizar uma viagem planar em busca da poderosa espada de seu falecido pai.

Estatísticas: A Vingadora de Thiatys possui as mesmas características de uma Sagrada Vingadora (Livro do Mestre p.190) com as seguintes modificações: é uma Espada Larga – dano de 2d6 e pode conjurar Muralha de Fogo três vezes por dia como se fosse um feiticeiro de 18º nível. Especial: a Muralha de Fogo só poderá ser conjurada em sua versão de anel com alcance pessoal – ou seja, em volta do portador.

Foto: Vingadora de Thyatis, por Gerald Lawrence - Bardo e Menestrel

A Vingadora de Thyatis minhas e do meu grupo de RPG, usam as regras do D&D 3º Edição (3.0) e são ambientados em Arton (mundo fictício do cenário Tormenta, escrito por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan - entre outros - publicado atualmente pela Editora Jambô).


Texto - Momentos, 2001

O que são, senão aleatórios?
Por que parecem tão marcados?
Por que um momento é tão esperado?
Ou adiado?
Momentos
Rápidos como minhas tristezas
Eternos como minhas dúvidas
Desejados como um reencontro
Indesejados como a saudade
Momentos
Caóticos como os meus
Enigmáticos como os seus
Intrigantes como os nossos
Queria saber por um momento
Por que a todo momento
Você influencia meus momentos
Me fazendo admitir por um momento
Que te amo a todo momento

Igor André, porquecertas coisas parecem permenecer eternamente atuais, o que não chega a ser tão paradoxal...

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Can´t rain all Time*


E aí?!

Como todos já devem saber, eu realmente espero que Deus esteja rolando bons dados para todos.
São 4 e meia da manhã e eu ainda estou aqui ao invés de está na cama. O problema é que mesmo se eu estivesse na cama eu não estaria dormindo. Mas hoje até que estou disposto por dois motivos: hoje dormi a tarde e amanhã é sexta. Eu adoro Sextas-feiras e me recuso a ficar abatido diante de uma. Acho até que já falei isso aqui em algum lugar, mas eu realmente vo me sentir velho quando uma sexta-feira para mim não for diferente dos outros dias.

A idéia de postar meus trabalhos de desenho realmente me deixou contente e têm sido mais um motivo para eu vir aqui sempre.
O desenho de hoje é o Corvo de James O´Barr. Foi inspirado (na verdade descarademente copiado, embora não em papel manteiga hahhahaa) no quadrinho que, por sua vez, inspirou o filme que, por conseguinte, seria o ultimo da vida de Brandon Lee que consequentemente fechou com chave de ouro sua vida e seu trabalho como ator, não necessariamente nessa ordem.

O Corvo pode não ser a minha "obra cinematografica" preferida, mas com certeza é o meu filme prefido por diversos motivos. É um filme muito bom de ser discutido porque parece que reflete o interior das pessoas: muitos veêm como um ato de vigança (porque provavelmente são pessoas revoltadas com algo) outros vêem como uma prova de amor (porque provavelmente têm ou idealizam um amor assim) e ainda têm aqueles que acham que se trata de ambos, de maneira profunda ou superficial....

Além de toda a abrangência de interpretações, a obra de James O´Barr ainda apresenta várias frases e poesias de, ou inspirada em, Edgar Alan Poe, famoso escritos americano, o que já lhe dá muita crediblidade, Enfim, quem vos fala é um fã de carterinha da obra, mas, democraticamente, sugiro que assistem e tire suas próprias conclusões. E para os que já assistiram, tentem assistir novamente com outros olhos. É certo que podem se surpreender...


Abraço e Juízo

* - O Título é uma referência ao filme O Corvo. Significana "Não pode chover o tempo todo." Pra bom entendedor...

Frase do Dia: A vida não é fácil, mas mantêm a mente ativa. Ou você está atento a "regra da não-regra ou está morto" (Gerald Lawrence)

Foto: O Corvo, Igor André, 2001

Ouvindo: Linda Perry e Heather Nova

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Insônia!

Olá

Espero que todos estejam bem.

Eu confesso que não estou 100%. Insônia. Pra vocês terem uma idéia são 3:47 da madrugada e eu preciso acordar por volta das 7:00 para estar no trabalho às 8:00. Se alguém souber alguma coisa natural para me fazer dormir, desde já agradeço.

Bom, falemos de coisas importantes, pois. Eu curti a idéia de postar meus desenhos antigos e, aproveitando a insônia, eu digitalizei mais um. Este também foi feito pelos idos de 2001.

Uma peculiaridade sobre este desenho: ele foi feito em menos de 20 minutos.

Frase do Dia: “é, palavras repetidas...mas quais são as palavras que eu mais quero repetir na vida?” (Gabriel, o Pensador)

Ouvindo: Marilyn Manson

Foto: Arte em lápis de Igor André

Até Breve (com um pouco mais de sono, eu espero)

Texto - Quando Saio, 2007

Quando saio, grito em silencio algo que nem eu mesmo quero escutar
E quando grito, o que escuto é algo que me faz afastar de mim mesmo
O quanto tenho que me procurar?
A verdade amarga que me tende o peito
É aquilo que jamais poderei revelar com certeza
Enquanto venta no meu rosto
Paira sobre ele eternas duvidas
Diante do paradoxo eterno que insiste em me lembrar
Que ainda quero, de fato, ser feliz....

Igor André

RPG - Artefato - Lâmina de Krios


No coração gelado das Montanhas Uivantes corre o rio que decretou a derrota de um número incontável de viajantes que ousaram atravessar a cordilheira em direção oeste: chama-se Krios.

No entanto, no inverno, Krios congela a céu aberto. Mas ao contrário do que possa parecer, o congelamento de Krios não facilita a viagem. Os poucos que conseguiram vencer o território de Krios afirmam que é extremamente perigoso atravessar o seu caminho congelado. A temperatura cai até 50º abaixo de zero e o frio intenso é capaz de congelar até os ossos. Além disso, a Luz do Sol da manhã refletida na superfície congelada do rio é capaz de cegar os olhos recém saídos da noite escura das montanhas. E ainda tem os lobos das estepes, que se aproveitam do solo escorregadio para emboscarem suas vítimas que não conseguem correr e nem lutar.

E foi vivendo no território de Krios, sofrendo todos os dias as suas intempéries, que Caninos Prateados, primeiro líder do Clã dos Rangers Glaciais das Uivantes, descobriu uma maneira de moldar as pedras do rio congelado e forjou a Lâmina de Krios, uma espada longa que encarna em seus golpes congelantes toda a beleza e destruição de sua terra natal.

A Lâmina de Krios foi herdada através das gerações pelos herdeiros de Caninos Prateados como uma prova de liderança dentre o povo de Krios. Porém, atualmente ela não pode ser vista com Tannara, líder dos Rangers Glaciais. Rumores dizem que a Lamina foi confiada a um grupo de aventureiros que deveria levá-la segura até Tolon e entregá-la a alguém misterioso. No entanto, relato de bardos e menestréis afirmam que a Lâmina de Krios é empunhada atualmente por Gorlon, o mago amigo e conselheiro do atual Príncipe Regente de Tyrodir, Raizin Winnallar.

Estatísticas: Lâmina de Krios - Espada Longa + 2 Explosão Congelante e Afiada
NC 10º; Criar Armas e Armaduras Mágicas, Esfriar Metal ou Tempestade Glacial e Lâmina Afiada. Preço de Mercado 50.315 PO;

Arte: Lâmina de Krios - por Gerald Lawrence, menestrel do Reino de Ahlen

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Oração Pecadora


Hey You!!!

Estou aqui para avisar que a série "Textos Antigos" continua com o texto "O Toque da Luz", feito por mim lá pros idos de 2001. Este é um dos meus textos (do verbo "escrito por mim hehehe) que eu mais gosto. A verdade é que ele é soturno até onde deu e parou, mas foi ele que me fez descobrir, na prática, que Deus me deu o talento de expressar meus sentimentos em palavras ao ponto de conseguir me aliviar deles (se forem sentimentos ruins). Em outras palavras, se lerem o "Toque da Luz" considerando o que acabei de dizer, perceberão que não é exagero dizer que este texto salvou a minha vida...

O Texto "Toque da Luz" foi postado hoje e pode ser encontrado em algum lugar deste blog que insiste em organizar os posts sob seu bel-prazer.

Por coincidência, eu estava dando uma olhada na minha pasta de Aventuras (de RPG) para ver se consigo aproveitar (leia-se reciclar) uma idéia antiga e me deparei com um desenho feito por mim mais ou menos nessa mesma época do "Toque da Luz". Decidi posta-lo aqui tambem, mas antes dei uma passadinha no Photoshop para dar uma melhorada. Fracassei. rsrss

Para ver o desenho mais de perto é só clicar na figura (isso vocês já sabem né? hehehe). E se tiverem interesse de ler o que está escrito na cruz, lá vai:

Se um dia pudesse enxergar a verdade certamente veria que o caminho que ensinou a seguir é mais fácil de trilhar do que imaginava o mais crédulo. O difícil é encontrá-lo. Como é difícil! Eu não enfrentaria essa cruz e tambem não sei porque o fez. O mundo fechou os meus olhos e minha mente enxerga por esta alma cega. Gostaria de abrir para ti minha alma. Me faz perder este medo de viver segundo a sua vontade. Deus, aos seus pés minha alma agradece.

Igor André

Até breve com mais textos, pensamentos ou qualquer inutilidade aproveitável rsrs

Pensamento do Dia: "A vida é como uma caixa de bombons. Você nunca sabe o que vai encontrar..." (Forrest Gump - ou a mãe dele)

Foto: Cristo Crucificado desenhado por Igor André

Ouvindo: Alice in Chains, Loreenna Mckennitt e Evanescence (não ao mesmo tempo, óbvio)

Texto - Toque da Luz, 2001

O Sangue escorre pelas minhas veias, buscam saciar minha sede, minha fome, minha necessidade de Libertação.
Ajoelho-me perante o abraço negro que me levará a Luz...
Estou gélido.
Já começo a enxergar a Terra Prometida.
Não olho para trás
A tristeza que recai sobre o mundo já não me interessa.
Chego a sorrir...
Finalmente está perto!
As Lembranças de dias felizes entram em cena querendo trazer Arrependimento
Fracassaram!
Encaram um homem pronto para o que lhe espera, e mais...
Que o deseja!
Mas porque está tão embaçado?
Por que estou ficando triste?
Onde está a Luz?
Achei que seria fácil atravessar, porém dói cada vez mais. E a Dor é Intensa. E a Carne treme
Sinto Frio...
O calor de dias passados parecem cada vez mais distante.
Estou sozinho...
Minha cabeça padece.
Avisto o objeto do meu flagelo. O feixe de luz reluz em sua lâmina. Lamina que ainda saboreia o meu sangue...
Não me sinto.
Não mais enxergo.
Parece que chegou a Hora...
Estou Feliz?
Vá e continue seu trabalho sem mim.
A queda é inevitável.
A janela torna-se a única fronteira com o mundo. Chove.
Uma melodia agradável me carrega...
Um piscar de olhos libera pela minha face uma ultima prova de fraqueza. E te vejo!
De fato, é chegada a hora.
O Sangue já não escorre.
Não há mais tempo.
Enxergo finalmente a Luz tão almejada.
Jamais recebi um abraço tão caloroso...

Igor André

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Senhoras e Senhores, trago boas novas...*


Saudações

Depois de um novo, porém breve, período de ausência devido a diversos contra-tempos, principalmente relacionados à minha Pós-Graduação, estou devolta e trazendo novidades.

A partir de hoje estarei postando por aqui textos antigos, da época em que eu queria botar defeito na vida por ela parecer boa demais para mim. A maioria dos textos são datados mais ou menos no início do ano 2000 e são invariavelmente influenciados pela perspectiva apocalíptica de virada de século. Os posts serão dividios da seguinte maneira:

Texto - "Nome do Texto", "ano"

Outra novidade está relacionada ao RPG. Estarei postando, tambem a partir de hoje, alguns elementos da minha capanha, personagens, artefatos, contos, etc. A minha idéia é dividir os posts da seguinte maneira:

RPG - "Elemento" - "Nome"

Background (História) / Imagem

Proposta de Estatísticas para Jogo

Outras considerações


-----------------------------------------------------------------------------------------

Todos os elementos são criações minhas e do meu grupo de RPG, usam as regras do D&D 3º Edição (3.0) e são ambientados em Arton (mundo fictício do cenário Tormenta, escrito por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan - entre outros - publicado atualmente pela Editora Jambô).

Frase do Dia: Parece que estamos ficando velhos... (Igor André, ainda agora pouco enquanto conversava descontraídamente com seu pai degustando uma aconchegante xícara de chá!)

Foto: Meu grupo de RPG

* - O Título do Post faz referencia a música "Boas Novas" de Cazuza

Obrigado e até breve

RPG - Personagem - Obsolon

As pessoas falam de um bardo de considerável talento. Diz-se que ele tocava seu violino de forma incomparável e sabia expressar em notas musicas todo tipo de sentimento. Era como mágica. Uma seqüência de notas e se estava chorando para meio tom acima se entregar a uma gargalhada franca.

Era conhecido como Obsolon e ele não abandonava sua música por nada. Teve chances de se tornar bardo real, talvez tocar para o próprio Imperador-Rei. Teve chances de estar em fileiras de exércitos e seria capaz de garantir com sua musica a vitória para o lado na qual se aliasse. Era um gênio. Mas um gênio amargurado. Acreditava que seu Dom, não era uma benção, mas uma maldição. Isso porque descobriu que se fosse de sua vontade, poderia, com algumas notas, tirar a vida de alguém. Pior. Talvez nem tivesse o poder de controlar esta capacidade. Uma nota executada com pesar e amargura poderia ser a sentença de morte do aldeão que fosse atraído pela bela melodia do Bardo. A idéia de matar um homem com a sua música era tão inconcebível quanto deixar de tocar o seu violino. Obsolon resolveu partir de seu vilarejo natal e vagar a esmo pelas estradas do Reinado somente com a companhia de seu inseparável violino e de suas notas que traduziam profunda melancolia.

Um dia recebeu a visita de uma Sacerdotisa. Ela queria resgatá-lo, tirá-lo daquela situação de isolamento e trazê-lo de volta a vida. Obsolon se recusou. Disse que não se importava de viver isolado em sua música ou “não viver”.

Surpresa, a Sacerdotisa devota de Lena, deusa da Vida, lhe questionou: perguntou se ele achava a sua música mais importante que a sua vida. Obsolon respondeu friamente: Sim.

Perplexa diante da blasfêmia e totalmente contrariada, a Sacerdotisa rogou-lhe uma maldição:“ Serás eterno diante da morte, mas não da vida. Sentirás no corpo como ferro em brasa cada ser desta terra que cairá vencido pela morte implorando pela vida. Ouvirá o seu lamurio enquanto se apega ao fiapo de vida que lhe resta e perceberá o quão a vida é valiosa e o quão importante é vivê-la...”

A quem diga que a Sacerdotisa era um avatar da própria Lena e que hoje, Obsolon, depois de tanto sofrer por causa da maldição da sacerdotisa, enlouqueceu e perdeu o controle sobre sua música e causa destruição por onde passa. Os rumores afirmam que não apenas pessoas sucumbem diante da melodia pavorosa do seu violino, mas os animais e até a vegetação ao seu redor. Se é verdade ou não, difícil responder...

Rumores e Boatos

  • Diante da destruição causada por Obsolon, a Sacerdotisa que rogou a maldição procura por um grupo de aventureiros capazes de enfrentar o poder destrutivo de sua música e o capture para que a maldição seja desfeita;
  • Obsolon, temendo destruir mais pessoas com a sua melodia, se refugiou nas profundezas da Floresta Enevoada. No entanto, viajantes afirmam que o verde do lugar está dando lugar a um negro ameaçador. As árvores estão sendo corrompidas por alguma força demoníaca e os indícios mostram que é a presença do Bardo que está fazendo isso;
  • O poder de Obsolon se deve ao seu Violino, um Item Mágico Inteligente e maligno, cujo objetivo é aprisionar as almas dos mortos pelo seu som para um objetivo ainda mais obscuro;
  • O Objetivo do Violino é trazer de volta o seu antigo dono. Um Dragão Negro Ancião, morto a séculos atrás, que utilizava sua forma humana para tocar o Violino e atrair pessoas para o seu território para escravizá-las.

Estatísticas Proposta: (Bardo 12, Caótico e Neutro)

Obs.: Depois eu irei postar o Violino de Obsolon, que é considerado um Artefato Menor.

Até Breve

Texto - Duas Semanas, 2002

Quando se diz algo como "estaremos juntos", os ouvidos não ouvem da maneira que lhes cabe ouvir, os olhos brilham como não se deve brilhar e a boca, a boca beija quando deveria falar. Somos assim. Somos humanos! Mas agora este humano pensa; pensa no que não se cabe pensar e a saudade dos tempos de "estamos juntos" arde na alma, como não se deve arder, pois a dor é tão intensa que se prefere... Viver!

Viver novamente, chorar novamente, sorrir novamente, lutar novamente, perder (o juízo) novamente, sonhar novamente. E o que é a vida? É estar aqui escrevendo, pensando, sofrendo? E o que é a morte? É finalmente viver um sonho que se sonha a anos. Mas então porque se prefere viver? Somos humanos. E talvez este humano já tenha dado a resposta, mas ele ainda a procura.

Procura um motivo, abraça uma causa...Ou o telefone. Mas isso não o faz encontrar. Encontrar paz, encontrar os sonhos, encontrar você!

Você que me faz destruir a realidade que me impuseram, para viver o sonho que você me ofereceu. Você que inunda de pensamentos as minhas noites, sem poder toca-la. Sinto falta de seu toque...

Talvez esta falta me faz perceber o verdadeiro significado da palavra eternidade: Duas Semanas!

Obs.: Este texto foi criado no meio de uma aula na faculdade, por um cara apaixonado por sua namorada, mas que ainda não acostumara com a idéia de ela estar morando 150 Km de distância da sua casa.

Igor André

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

De Cara nova...


Olá!!!

Como podem ver, "Ordem no Caos" está de cara nova. Não que eu não gostasse dele do jeito que estava, mas, fazendo uso dos meus (poucos) conhecimentos em html e em design gráfico, tentei deixá-lo mais a minha cara...

Espero que gostem. Mandem sugestões. Para mim será um prazer ouví-los.

Foto: Na verdade a "foto" de hoje é uma animação feita em Power Point por Suene. A modelo é a própria pagando de gatinha...(clique no quadro negro para ver a animação)

Pensamento do Dia: "Quando não tenho o que quero, não descanso até conseguir..." (Igor André)

Peace!

Não faz assim que eu posso até me apaixonar...



Aloha!!!

Boa Noite (ou bom dia, já que pasam das 2 da manhã)...

Novamente e como sempre, espero que todos estejam com a vida que pediu a Deus (e tambem espero que vocês não estejam pedindo para Deus fazer a vida de vocês sem nenhum desafio porque todo RPGista sabe que sem desafios não se ganha experiência...e sem experiência não se passa de nível...)

Acho que nunca mencionei por aqui (ou se mencionei não vejo problemas de mencionar de novo) que eu sou um grande fã do trabalho do Gabriel, o Pensador. Desde o seu primeiro disco, de 93. Sim, eu escuto Gabriel e estudo suas letras desde os oito anos de idade. Desnecessário dizer o quanto ele influenciou o meu crescimento e contribuiu para o que eu (tento) ser hoje, na maioria das vezes conseguindo.

Verdade que eu poderia postar aqui, inúmeros outros versos, muito mais profundos e reflexivos escrito pelo Pensador...mas vou andar na contra-mão e vou postar um texto que, mesmo não sendo crítico é muito inteligente e bem sacado e representa com bom-humor a maladragem carioca (e brasileira, em geral)

Posso Até me Apaixonar*

Essa menina quer me enlouquecer. Mas se eu já era maluco, agora o que eu vou ser? Agora o que vai ser? Qual vai ser minha cina? Essa menina quer me enlouquecer, essa menina... Essa menina tá perdendo o respeito. Essa menina quer brincar então brinca direito. Eu fui dizer pra ela que era sujeito homem. Mas ela disse que não. Que eu era um homem sujeito. E que o Sujeito tá perdendo seu posto. Com muito jeito eu consigo ser sujeito composto... Mas ela tem predicado pra me chamar de objeto, verbal, nominal, indireto ou direto... Essa menina... Tá querendo me dar...mas é uma dor de cabeça que vai ser ruim de curar... Tanta coisa que eu penso que eu paro até de pensar... Essa menina é sinistra "rapá" Essa menina tá me maltratando... Me pede tudo sorrindo, eu faço tudo chorando Ahhh, mas que não chora não consegue mamar... Ai menina, faz assim que eu posso até me apaixonar... Gabriel, o Pensador * participação especial no DVD ao vivo de Dudu Nobre


Em tempo, mesmo que mudando um pouco de assunto, vou postar tambem mais um trabalho feito por mim com a ajuda da dupla Heromachine 2.0 e Photoshop: Yurick no Vale das Amazonas


Clique na foto para ampliá-la


Pensamento do dia: "Durma com a Paz que um Príncipe mercece..." (Suene Drummond)


Foto: Gabriel, o Pensador ( retirada do album de fotos do disco MTV ao Vivo)



Até o mais breve possível,

Igor André (achando o lugar vazio e frio)

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Foguetes...

Olá, novamente...

Acho que nunca mais vocês vão me ver postando duas vezes em um mesmo dia, mas é por uma causa nobre...

As vezes me pergunto quantos de nós "novos cazuza" deverão beber e tragar a vida com afinco correndo o risco de não passar da "barreira dos 27" para poderem ser escutados...me pergunto se alguem que diz que nos ama sabe mesmo como nos escutar e se nós algum dia saberemos ser escutados. Se um dia, apenas um dia, nossos amores irão mesmo ver que somos especiais, não por termos nascido e sim pela forma como escolhemos viver...

Rockets

numa vida soturna e noturna com pouca classe e desenvoltura depois da loucura aparece sempre o caos, e entre essa vida e outra mais frigida merecemos uma vida de rock and roll mais alcoolatra e inconsequente, e irei beber so pra te encher....pode ser pura ou com capirinha. Em seguida provocarei o caos ou seria voce?

Maiana Muzitano.

Porque certas coisas merecem ser divulgadas...

Foto: " O que muito define..." (Maiana Muzitano)

Pensamento do dia: "...tanta coisa em comum...deixando escapar segredos..." (Cazuza)

Dedicado ao meu lado feminino, que demorou um pouco mais do que eu para cair na Terra. Ainda espero pelos "textos que não sabe o que é"...

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Caveira!!!

Ultimamente esta exclamação, no mínimo estranha para quem não está muito ligado no que se fala nas principais fontes de notícias do país, vem promovendo debates e furor por onde passa. Trata-se do “grito de guerra” do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e está para ser imortalizada com a estréia do longa “Tropa de Elite”, do diretor José Padilha.


Eu asssiti o filme e recomendo. Se bem que acredito que a grande maioria da minoria que aparece por aqui (sacaram o jogo de palavras? hehehe) já tenha assistido tambem. Como todos tambem devem saber , o filme "vazou" em sua fase de produção e cópias ilegais já podem ser encontradas a venda em qualquer camelô perto de sua casa. O Roubo causou um verdadeiro alarde e foi um prato cheio para todos os veículos de comunicação que vêm narrando regularmente todos os eventos do caso.

E esse humilde cidadão que vos fala resolveu escrever um artigo sobre este alarde e a realidade atual do Brasil em relação a pirataria. O Artigo, entitulado "Caveira!!! – O caso de “Tropa de Elite” e a Pirataria cinematográfica" , tem como objetivo principal voltar a atenção do leitor para o problema da pirataria cinematográfica já recorrente no país e refletir se, de fato, as autoridades estão cumprindo seu papel satisfatoriamente no problema da pirataria ou se a "prioridade" do caso de "Tropa de Elite" foi uma exceção oportunista para persuadir a sociedade quanto a eficiência no combate à mesma.

Para ler o artigo na íntegra clique aqui.

Claro, sendo autor, eu gostaria que o artigo fosse lido rsrs, mas não é somente por capricho. Acho que acaba sendo de utilidade pública, no fim das contas. Desde já agradeço.

Agora mudando de assunto pero no mucho, dando continuidad
e a série de modificadores para o jogo GTA San Andreas feito por mim, estou disponibilizando para download um "pacote BOPE" para incrementar o personagem principal da série e torna-lo um autêntico "Caveira!"

O pacote contêm:


- 1 camisa do BOPE;
- 1 calça;
- 1 Bota;
- 1 Paintjob (pintura) de carro;
- 1 um auxiliar de instalação em txt.;

- 1 uma foto ilustrativa (figura -->);

para baixar o pacote BOPE clique aqui


Boa Leitura e boa diversão para todos.

Foto: Brasão Oficial do BOPE

Pensamento do Dia: "cada cigarro de maconha fumado é uma criança que entra para o tráfico" (Estatística Policial)


Atenciosamente,

Igor André (com cara de "caraca mané, escrevi um artigo")

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Pimp my Ride!!!!

Saudações!!!

É com grande prazer que apresendo os primeiros paintjobs (pinturas de carros) para GTA San Andreas.

Não me estenderei muito neste post porque o ultimo já foi bem grandinho e não faz muito tempo.

Abaixo as fotos tiradas dos carros modificados em meu jogo seguidos do link para baixá-los.



clique na figura para vê-la maior

Para baixar os PaintJobs clique aqui


See You Later!!!

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

O Produto do trabalho. O Trabalho Divertido. E uma pitada de Poesia....


Caro Leitor (hehehe, parece até editorial de revista conceituada...)


Estamos melhorando. Já faz algum tempo que não posto duas vezes numa mesma semana...Aos que viram meu ultimo post e fizeram um pouco de pensamento positivo pela minha prima Mariana, os meus agradecimentos. A cirurgia foi um sucesso! Ela está em observação e se recupera. Graças a Deus e a todos que rezaram por ela.


Mudando completamente de assunto...finalmente eu zerei GTA San Andreas depois de muito tempo. E, depois da diversão, vêm o trabalho. Não que este não será divertido, mas não deixa de ser um trabalho...eu quero produzir extras para o jogo. Coisa que uma pá de gente faz na internet e eu quero fazer parte. A design gráfico é uma área que me chama atenção. Trabalhar em modificações para jogos eletrônicos será uma maneira de me manter atualizados com conceitos que, se não praticados, serão esquecidos. Fora que é muito divertido você ver uma alteração em um jogo (como uma roupa ou uma textura de carro, por exemplo) e saber que foi você quem fez...


Vou postar essas modificações e disponibilizá-las para download gratuito a medida em que forem ficando prontas.


Falando em trabalho, atendendo a diversos pedidos e sugestões dos meus colegas de trabalho e amigos estou disponibilizando para download uma Revista Eletrônica ("Revista Aprender") de minha autoria. Não que seja uma "revista" propriamente dita. Na verdade está mais para uma apresentação no Power Point (hehehhehe). Mas contêm nela diversas propostas de trabalhos idealizadas por mim (com ajuda de profissionais gabaritados na área - principalmente meus pais e amigos rsrsrs) para auxiliar o professor a utilizar as novas tecnologias em sua sala de aula. Pra quem gosta do assunto, espero que seja interessante


Para fazer o download da Revista Aprender (clique aqui)


E por ultimo, deixo vocês na companhia de um texto otimo (porém triste) de Cazuza. É um de meus prediletos e me emociona cada vez que eu ouço (ou leio).


Carta Dani


Escrevo numa tarde cinzenta e fria

Trabalho pra espantar a solidão e meus pensamentos

Hoje assumi em público minha doença

Estou mais leve, mais livre

Mas ainda tenho muitos medos

Medo de voar, de amarMedo de morrer, de ser feliz

Medo de fazer análise e perder inspiração

Ganho dinheiro cantando minhas desgraças

Comprar uma fazenda, fazer filhos

Talvez seja uma maneira de ficar pra sempre na terra

Porque discos arranham e quebram

Amor,


Cazuza




Pensamento do Dia: "O que é importante para você?" (Maiana Muzitano)


Foto: um Monaro "tunado" em GTA San Andreas (retirada de http://gtasabr.blogspot.com/)


Um Abraço e que Deus role bons dados para todos nós


terça-feira, 4 de setembro de 2007

Vitória e Desafio...


TenKô!!!

E ae, como estamos? Como sempre, espero que bem.

Não tomarei muito o tempo de vocês neste post. O meu objetivo hoje aqui é dizer o quanto sou orgulhoso da minha prima Vitória. Em meio a diversas apresentações, competições e prêmios no Balé, ela finalmente foi homenageada com o singelo vídeo no Youtube. E eu, como suspeito fã, estou usando esse espaço para divugar este vídeo. Por favor, assistam e registrem seus comentários. Tenho certeza como vocês não vão se arrepender do tempo que o filme demorou para carregar.

Aproveito tambem para registrar o meu desejo e o meu pensamento positivo para que Deus role bons dados para a minha prima Mariana amanhã na mesa de cirurgia e que ela volte logo para curtir a juventude inteira que ela ainda tem pela frente. Força Mari! A família torce por ti.

Abraço e até breve.

Foto: Suene e Vitória (Vivi quando sai da frente das cameras) em um momento gastronômico.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Vinte e poucos anos

Olá,

Peço licença para contar uma história pra vocês...

O Orgulho e o Tempo

Uma Noite e o Orgulho se encontrou com o Tempo em um desses bares da Vida. Resolveram brindar este encontro, uma vez que, mesmo sendo conhecidos de longa data, há muito não se encontravam.

E no tilintar dos copos o Orgulho perguntou ao Tempo:

“Por que você é tão apressado? Passa correndo como quem quer tirar a mãe da forca, às vezes acaba não permitindo que pessoas planejem a sua própria Vida. Você é cruel.”

O Tempo, pesaroso, engoliu a cerveja e ela estava amarga como o fel. Olhou para o Orgulho com a firmeza e a ternura de um pai e respondeu:

“Não sou Eu quem passa pela Vida, Orgulho. É ela quem passa por mim. Então, contra a minha passagem, não existe remédio. Mas pense bem. Se você não fosse tão perene e tocasse tanto no sentimento das pessoas, talvez não houvesse tanto o que planejar. Elas perceberiam que a Vida também é um tempo dentro de um que é muito maior. Mas com uma diferença muito importante: a Vida se perde dentro de mim sem aviso prévio. Sendo assim, ela deve ser, de fato, vivida.
As pessoas não deveriam dizer que o tempo é curto. Deveriam valorizar a parcela de tempo que lhes foi dado como o seu maior e verdadeiro tesouro. Sinto dizer, meu amigo, mas infelizmente a sua presença constante contribuiu para que outros de nós como a Vingança, a Inveja e a Arrogância tomassem mais espaço no coração das pessoas do que mereciam. E hoje, principalmente os jovens, esquecem a Misericórdia. Talvez a única que poderia lembrá-los de que o Tempo não pára, mas que ninguem têm todo tempo do mundo.”

O orgulho engoliu áspero, tomou a cerveja de um gole e foi embora dizendo que o Tempo era chato demais. Que não dava pra dialogar com ele e que era por aquilo que eles poucos se encontravam.

O Tempo pagou a conta de ambos. Sorriu sem graça para o garçom e foi embora. Ele nunca podia esperar....

Dedico este texto a Eduardo Magalhães. Não sei o que andou fazendo com o tempo que lhe foi dado, mas acho que foi um exemplo de que a vida termina sem aviso prévio.
Fica o desejo para que suas atidudes na terra tenham colaborado para que tenha um tempo de aprendizado e uma volta tranquila para que consiga confortar logo a saudade inconsciente de quem deixou aqui na terra e que jamais irá esquecer de você. Vá em Paz...

Pensamento do Dia: "O Tempo na para e a gente ainda passa correndo" (Cazuza)

Até Breve

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Voltando à Casa


Hey You!!!

Como estão? Realmente não faço a minima ideia de quantas pessoas aparecem por aqui, exceto, claro, por aquelas especiais que fazem questão de me avisar quando passam, o que me deixa muito feliz. A elas, e a vocês, incógnitos, queaparecem por aqui sem avisar, eu peço desculpa pela ausência.

Pois é, a rotina de treinamento rígido culminou numa derrota no campeonato que poderia ser até vergonhosa não fosse eu insistir em (tentar) não me cobrar tanto, afinal já consegui listar uns 5 bons motivos para fazer com que só o fato de eu ter tido peito para disputar este campeonato tenha valido apena.

But, I´m Back, baby...I´m Back...e agora, como sempre, pretendo passar mais tempo por aqui e pele net em geral. Estou devendo (e muito) atenção para pessoas que eu gosto e que, infelizmente,, estão fisicamente longe de mim (Sim, Mari, essa foi pra você. Eu sinto muito).

Agora mudando de assunto, escrevo ouvindo uma versão de Billie Jean cantada pelo Chris Cornell (Sound Garden e AudioSlave). Pra quem não sabe, Billie Jean foi um dos Singles de Thriller de Michael Jackson, simplesmente o disco mais vendido da história da musica. Na minha opinião, esta versão do Chris Cornell superou a original, que já é boa demais. Ouçam e me digam o que acham.

No mais, em breve trago notícias do mundo de cá.

Até lá, cuidem-se para levantar mais do que cair


Abraços


Igor André (saudoso deste cantinho e de várias outras coisas)


Billie Jean - Michael Jackson (original)

Billie Jean - Chris Original


Foto: Capa do CD Michael Jackson - Thriller, 1982

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Um Cântico para mim....


Hey Fool!!! hehehe

Desculpe a saudação, mas voltei a jogar GTA San Andreas e o linguajar "gangstar" já começa a querer influenciar o meu vocabulário rsrs

Espero, como sempre, que esteja tudo bem e que Deus esteja rolando bons dados para você. Quanto a mim, continuo bastante atarefado. O início da pós-graduação (esse fim de semana) "combinado" com o "inicio-do-fim" do prazo para entregar as tarefas para o Curso de Informática está fervilhando as minhas idéias. Isso sem mencionar o "Treinamento Z" no TaeKwonDo por conta do campeonato (daqui a 15 dias aproximadamente).

Pra dizer a verdade, nem estava nos meus planos aparecer por aqui hoje. No entanto, enquanto assistia a Cicarelli no Jô e esperava o meu cabelo secar para dormir, acabei fuçando em alguns textos antigos aqui no computador e achei o "Cantigo Negro" de José Regio.

Esse texto é o ápice do "esse negócio parece que foi feito pra mim". Não é apenas se identificar com a obra. É mais que isso. E me vi refletido naquelas palavras a ponto de me emocionar por não saber me definir tão bem em palavras quanto J. Régio definiu.

Então, para aqueles que querem realmente me conhecer, eis o Cântico Negro. Mas um adendo: o texto está longe do "eu me acho assim". Ele é o que eu sou. A minha sintese. A minha essência. Mesmo não sendo tão bom assim...

Cântico Negro

"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces, estendendo-me os braços seguros de que seria bom que eu os ouvisse quando me dizem: "Vem por aqui!"

Eu olho-os com olhos lassos. Há nos meus olhos ironias e cansaços. E cruzo os braços. E nunca vou por ali.
A minha glória é esta: Criar desumanidades. Não acompanhar ninguém.
Eu vivo com o mesmo “sem-vontade” com que rasguei o ventre à minha mãe (nota: eu nasci de fórceps e minha mãe teve princípio de eclampse).

Não, não vou por aí!

Só vou por onde me levam meus próprios passos.
Se ao que busco saber nenhum de vós responde por que me repetis: "Vem por aqui!"?(
nota: para que já me conhece. “A Culpa é de quem?”)

Prefiro escorregar nos becos lamacentos; redemoinhar aos ventos; como farrapos, arrastar os pés sangrentos; a ir por aí...
Se vim ao mundo foi só para desflorar florestas virgens. Desenhar meus próprios pés na areia inexplorada. O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós que me dareis impulsos, ferramentas e coragem para eu derrubar os meus obstáculos?
Corre nas vossas veias sangue velho dos avós. E vós amais o que é fácil!
Eu amo o longe, a miragem. Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas, tendes jardins, tendes canteiros, tendes pátria, tendes tetos. E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura!
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura e sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...(
nota: tenho insônia e prefiro mil vezes trabalhar de madrugada)

Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe; mas eu, que nunca principio nem acabo, nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, e que ninguém me dê piedosas intenções, ninguém me peça definições. Ninguém me diga: "Vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou, é uma onda que se alevantou, é um átomo a mais que se animou...

Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

José Régio

Pensamento do Dia: "Sexo é como carteado. Se você não tem um(a) bom(a) parceiro(a), é melhor tem um boa mão" (Paulo Bonfá)

Clique aqui para ver a Biografia de José Régio

Foto:
Igor por Igor (de minha autoria)

Até Breve (eu espero)


quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Blue Warrior*

Tchariôt!!!


Para os poucos que aparecem por aqui pra ver as novidades a cerca deste que vos fala, digo que não morri. Muito pelo contrário, estou mais vivo que nunca. Se bem que é paradoxo porque cada dia que acordamos, invariavelmente estamos mais perto da morte...mas enfim..


Espero que todos estejam bem. Não tenho tido tempo de organizar minhas idéias para postá-las aqui. Assunto não falta. Falta mesmo disciplina para organiza-las em palavras a fim de disfarçar um pouco o caos rsrs


Mas para os interessados, eu estou muito bem. Passando por uma boa fase na maioria dos aspectos da vida. Tentar fazer um resumo de tudo para suprir a falta de posts:


Profissão: Começando a cursar a Pós-Graduação em Cinema e Vídeo Digital pela UFRJ;


Esporte: 4º Gub (Faixa Azul) de TaeKwonDo e correndo atrás o prejuízo para superar os tempos de castigo no pulmão (algumas vezes recaindo, o que é uma droga);


Lazer: tempo na bebida e no refrigerante por conta do TaekwonDo. Sueca e Filmes no Fim de Semana;


RPG: Correndo contra a falta de tempo para manter a minha Campanha atual.


Espero não me ausentar por tanto tempo novamente. Até mesmo porque as vezes sinto falta de mim mesmo quando não venho aqui. Se bem que nem tenho sentido muito por causa do excesso de compromissos que, embora cansativos, me satisfazem fisica e psicológicamente.


Pensamento do Dia: "Ouça-me bem Amor. Preste atenção: o Mundo é um moinho. Vai triturar seus sonhos tão mesquinhos. Vai reduzir as Ilusões a pó" (Noel Rosa)

Cinema: Transformers (recomendadíssimo)

Foto: "Turtle´s Power!!!!" de Isaac Barreto (foto) e Igor André (Efeitos)

* - O título do post é uma referência à Saga Blue Warrios (Guerreiros Azuis) dos Cavaleiros do Zodíaco. Situada entre a Saga das Doze Casas e a Saga de Poseidon


Até Breve e Juízo.


See you later!!

domingo, 8 de julho de 2007

Fazendo Arte!!!


Yo!!

Domingo a tarde!!! pouca coisa de interessante pra fazer. Entao, como todo bom jovem saudável (me sinto meio culpado de dizer isso com um prato de churrasco do lado), resolvi fazer arte!!!

Não, não estou empuleirando em lugar nenhum, nem abrindo capsulas de remedio pra ver o que tem dentro e nem pegando a arma, que meu pai não tem, escondido. Estou usando o PC pra produzir alguns desenhos. Mais especificamente personagens de RPG (que aliás, ainda não sei se vou jogar hoje...)

Para tal uso uma combinação inusitada de um Editor de Personagens (Heromachine) com o Adobe Photoshop para gerar alguns resultados que, ao meu ver, sao interessantes.

Clique nas figuras para ver os resultados




Pensamento do Dia: "Eu preferia o antigo..." (Morganah)

Foto: Igor em fomato Simpson.

Bônus: Se você gostou da idéia de ter a sua "versão simpson" acesse http://simpsonsmovie.com/main.html?cid=br



quinta-feira, 5 de julho de 2007

O Poeta está Vivo!


Saudações!!!

Faz quase uma semana desde minha ultima passagem por aqui. A vida cotidiana pode ser corrida, mas ainda sim é cotidiana...realmente faltou-me inspiração e assuntos a expor nesse meu canto, onde eu encontro comigo mesmo e me dou o direito de dizer algo mesmo que não seja escutado. Ou seja, estive triste por estar distante de mim mesmo e não conseguir nem animo pra mudar isso.

Tal situação me fez lembrar que faz algum tempo que não escrevo coisas soturnas. Mais de um ano, com certeza. Pra "comemorar" tentei escrever algo bem trash só pra saber se eu ainda tenho jeito pra coisa rsrs

Claro que vocês têm todo o direito de colocar a sua opiniao diante do que se segue.

Abraço e até Breve

Boonie & Clyde

O desenho que acabara de ser feito derramou uma tênue gota vagarosa. Rubra
As faces ainda eram jovens, mas os corações, cansados...
Haviam traído e sido traídos.
Haviam amado e sido amados.
Havia o ódio e havia o perdão.
Havia eles.
Apenas eles. Em um eterno carrossel de loucura.
As faces eram jovens, mas os corações, cansados...
O desenho acabara de derramar a sua ultima gota vagarosa. Rubra.
Havia dor, havia frio.
Havia pesar e havia certeza
Haviam vivido e haviam morrido
Havia eles.
Apenas eles num carrossel eterno de loucura...

Igor André (04/04/2007)

Pensamento do Dia: "se eu te escondo a verdade, baby, é pra te proteger da solidão" (Cazuza)

Foto: Bonnie & Clyde de Arthur Penn



terça-feira, 26 de junho de 2007

Quantos de mim você enxerga nesse corpo que vislumbra?


Saudações

De antemão devo dizer que nem sempre uma segunda-feira de descanso é a garantia de uma terça-feira relaxada. Esse que vos fala está extremamente cansado nesse momento.

A bem da verdade, este blog só será atualizado hoje porque passei para responder a alguns topicos que frequento pelos foruns da vida (virual, diga-se de passagem).

Aliás, não tenho um assunto realmente interessante para abordar hoje. Estou realmente cansado e minha mente nem funciona direito.

O Conselho de hoje é: jamais deixem de ser vocês mesmos, seja em quaisquer circunstancias.

A Internet (com seus chats e msn´s da vida) permite que vocês se portem exatamente da maneira que vocês querem que as pessoas te vejam. E isso é negativo, uma vez que quase sempre não conseguimos, na real, sermos aquilo que realmente queriamos (e não estou sendo superficial a ponto de me ater apenas à beleza em um extremo e à escolhas morais em outro. Estou falando de um todo, onde muitos fatores implicam em não conseguirmos ser como gostariamos de sermos vistos). A Internet, entao, é uma forma de tentarmos burlar este fatores e alcançarmos mas facilmente este status de "passar a impressao que queremos". E este "escapismo", se constante, pode fazer com que vocês corram o risco de, de repente, deixar de saberem QUEM vocês são de fato. Imagino que os antigos Monges iriam odiar a Grande Rede...

Brincadeiras a parte e mudando de assunto pero no mucho. Não sei se já aconteceu com vocês, mas as já aconteceu comigo. Você abre duas janelas no msn e começa a conversar com dois contatos ao mesmo tempo. Você está com seu estado de espirito. As duas pessoas que estao conversando com você tambem está com os delas. Até ae tudo bem.
Agora imagine você com um bom estado de espirito conversando sobre os "causos" da ultima balada com um dos contatos. Agora imagina, sei lá (sendo extremo) que o outro contato (lá de Nova-Guiné) perdeu a mãe e está desabafando com você as coisas que gostaria de ter falado mas por orgulho nao teve oportunidade de faze-lo. Como você se portaria?

Claro, essa situação foi extrema e poderia ser até uma exceção, mas é provavel que você continuaria conversando com um contanto sobre os causos enviando varios "hahahahahha" e tambem consolando o outro contato com vários smiles condolentes....O que no final daria a impressao de que você estava sendo falsos com ambos os contatos. Mas será que mesmo?

Não sei se a Psicologia explica essa nova tendencia humana, mas eu, mesmo que ainda pareça assustador, nao condeno a principio quem faça. Não acho que o cara seja falso. Vejamos.
Por mais que eu tenha dito no inicio "jamais deixe de ser você mesmo" eu ainda não sei. É possível que esta postura variante em duas conversas paralelas/simultaneas/com interlocutores diferentes acabou permitindo a humanidade manisfestar vários "eus" ao mesmo tempo. O que, óbvio, não faria com que vc deixassse de ser você mesmo e/ou falso com as pessoas.

Gostaria de tocar nesse assunto mais adiante. Saber o que vocês acharam. Saber a opiniao de vocês a cerca desse assunto que com certeza não foi bem ilustrado por mim devido a minha falta com as palavras nessa noite. Desde já peço desculpas e agradeço.

Até lá!!

Pensamento do dia: "Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo" (Gabriel o Pensador)

Foto: Iguinho

domingo, 24 de junho de 2007

Atitude Jovem...


Aloha!!!

Domingo a noite. Final de semana terminando e eu continuo desejando que de alguma forma tenha sido proveitoso para os senhores tal qual foi para mim.

Sábado tive a oportunidade de ver a manifestação crítica de jovens em forma de vídeos que retrataram algumas realidades da cidade (Cabo Frio) de acordo com a sua própria opinião. O conceito de "errado" ou "certo" acaba não se tornando tão importante diante da atitude de caras que assim como eu, foram vitimas do preconceito de muitos "senhores da razão" por causa da maneira de se vestir, de como cortam o cabelo ou de quem são filhos. A futilidade não lhes cabe e foram motivos de orgulho social quando, de posse de uma camera, retrataram sob seu espectro algumas situações delicadas de cunho social, demonstrando muito personalidade e engajamento. Todos estão de parabens!!!

Devo agradecê-los, a nível particular, por poder desabafar algo engasgado há anos. Me permitindo elucidar idéias ditas "alienadas" há muito tempo atrás por um desses "Senhores da Razão" que, por um capricho do destino, estava presente para ouvi-las. Hoje ele tem a prova definitiva que o "futuro do país" não está "perdido" nas mãos de jovens "como eu". E que eu tenho moral pra defender os meus pensamentos quando e onde for, assim como a galera que produziu os filmes.

Agora mudando totalmente de assunto: Sueca! Conhecem? Olha, tenho de dizer que se você acha uma droga, depois de um dose regada a cerveja gelada e um potinho de mendorato você pode acabar viciado. Principalmente com aquele poprock meloso e tão criticado como tema de fundo...
até existe forma melhor de terminar um sábado do que jogando uma sueca com os amigos, mas irei me privar no direito de não dizer o que seria. E, talvez nem seja isso que vocês estão pensando, seus pervertidos (ou talvez seja) rsrs

Aqui me despeço. Amanha (segunda) estou de folga, no entanto, um Sábado bem aproveitado quase sempre gera um Domingo cansativo. E hoje, nao é diferente.

Em tempo, gostaria de prestar uma homenagem a Yurick Manfrotz (meu atual personagem de RPG) que enquanto pavimenta seu caminho com glórias marcando para sempre seu nome na história mundial, ainda arruma tempo para derreter o mais duro coração feminino...

Pensamento do Dia: "antes de mudar o mundo, mudar a gente. Ajuda pra caramba..." (Renato Russo)

Foto: Ás de Espada. A carta mais charmosa da sueca, principalmente quando é trunfo.

Away

sábado, 23 de junho de 2007

O Tempo rodou num instante...


Saudações!!!

Sexta-Feira...para mim o melhor dia da semana. É quando você sabe que existe um final de semana inteiro pela frente...que é só o começo. As vezes tenho a sensação de que eu só perderei a minha juventude quando a sexta-feira não fizer diferença para mim.

Falando em juventude. Não sei se é só comigo, mas o tempo têm passado muito mais rápido do que passava há alguns anos. Aquela coisa do "parece que foi ontem" começa a parecer até verdade. "Ontem" era Segunda-feira, hoje, Sexta...Deve ser o excesso de informação a qual temos que lidar todos os dias.

O que devemos fazer eu não sei. Não sei se devemos absorver tudo quanto é tipo de informação possível para que nossas mentes não se estagnem correndo o risco de não ver o tempo passar ou tentar refrear o tempo, dedicando-se mais a cada coisa para que o tempo não passe despercebido.

Hoje ainda temos como chegar a um meio termo, mas temo pela juventude daqui a pouco. Afinal, parece que "foi ontem" que minha priminha nasceu e hoje ela tem quase 10 anos...

Chorão já dizia "Tem gente que vive como se fosse morrer. Tem gente que morre como se não tivesse vivido."

E então, em que lugar da frase você espera estar quando sua hora chegar? Se você não sabe ao certo a resposta, eu recomendo Dentro de Você, do Gabriel, o Pensador.


Pensamento do Dia: "Quem tem um sonho não cansa (...) Me avise quando for a hora..." (Cazuza)

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Poesias Suicidas...


Olá!!!

Aqui estou eu para mais divagações a cerca dos nadas da vida. Espero que Deus esteja rolando bons dados para todos vocês.

O que vocês acham de textos que dissertam a morte? Eu particularmente gosto muito de obras que retratam esta que é a única certeza da vida. Principalmente quando ela está de alguma forma relacionada ao amor. Aliás, devo dizer que para mim, o Amor é a única forma de vencer a morte. Se o amor é verdadeiro, a memória da pessoa amada continuará presente na cabeça e no coração daquele que a amou em vida. Dessa forma, o canal que criam permite à pessoa que se foi retornar, mesmo que que por um tempo limitado, para visitar a pessoa amada através do caminho gerado por esta energia, que nada mais é que o amor.
Pode parecer loucura, mas eu realmente acredito nisso do fundo do meu coração. Embora tambem acredite que este "amor" dificilmente está ao alcance de pessoas tão arraigadas a valores sociais que acabam se privando de dar vazão ao que alguns poetas chamariam de "a voz do coração".

Minha teoria parece loucura, mas é só dar uma olhada em obras consagradas que relacionam amor e morte. Na maioria delas o amor conseguiu vencer as barreiras da morte. Me veio na cabeça agora rapidamente Ghost, do outro lado da vida; The Crow; A Divina Comédia..só para ficar nesses três...Poderia ser o caso de a arte que imita a vida..ou a morte.
Claro, de repente não seja verdade, afinal. Ele é quem sabe das coisas. No entanto, seu filho tambem foi outro que morreu por amor e conseguiu vencer a morte, não é verdade?

Para concluir o assunto, eis uma "poesia suicida" a cerca do amor.

Grace
Há uma Lua questionando permanência
Longa demais às nuvens pra eu voar
Bem... é a minha hora chegando
Eu não tenho medo de morrer
Minha voz fraca entoa o amor
Mas ela chora ao estalo doTempo
Oh, tempo.
Aguardando no fogo
E ela chora no meu braço
Caminhando ao brilho das luzes na aflição
Ah, beba um pouco de vinho. Ambos devemos ir amanhã
Oh, meu amor
A chuva está caindo e eu acredito que a hora está chegando
Me lembra uma dor que eu devia ter esquecido
Aguardando no fogo
E eu sinto eles afundarem meu nome
Tão fácil de saber e esquecer com esse beijo
Eu não tenho medo de ir,
Mas estou indo lentamente...

Jeff Buckley


Nota: Jeff Buckley foi um músico de relativo sucesso nos Estados Unidos. Morreu afogado em um lago, onde se banhava com um amigo. As causas da morte são um mistério até hoje e o corpo do cantor só fora encontrado uma semana depois, a quilômetros de distancia de onde aconteceu a tragédia.

Pensamento do dia: "Pessoas morrem, prédios queimam. Mas o Amor verdadeiro permanece para sempre..." (James O´Barr - The Crow)

Foto: O ser de Luz e Sombra (Igor André - improvisando agora um nome para as imagens...rrs)

Até!


Eu?

Minha foto
Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brazil

::: O que vejo por aí...

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO