"Antes de mudar o mundo, mudar a gente. Ajuda pra caramba..." (Renato Russo)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Analisando o Mistério #3 - Barba: Ter ou não Ter?


Engraçado. Quando meio veio à mente a idéia de falar sobre este que é um assunto que causa tanta discórdia no universo feminino eu pensei: “por que eu ainda não havia levantado essa lebre no Ordem?” Quem me conhece sabe o quanto oscilo entre ter ou não ter barba - embora há muito já tenha deixado de ser apenas uma questão de peackoing* - então seria natural que falasse do assunto em “outros tempos”. Às vezes quase sempre me surpreendo com a forma como as coisas acontecem na minha cabeça...Mas vamos ao que importa?

Qual a sua opinião sobre a barba?

* peackoing é um termo em inglês para o termo “pavonear” que seria um artifício utilizado para atrair o sexo oposto tal como faz o pavão com sua plumagem. Este artifício pode ser qualquer coisa desde um acessório diferenciado, corte de cabelo e até mesmo uma barba!



Como eu disse lá em cima, a barba é motivo de discussão no universo feminino. Óbvio que eu nunca anotei, fiz gráfico ou nada disso, mas o meu “desconfiômetro” me diz que a balança está bem equilibrada quando o assunto é gostar ou não de homem de barba. Inclusive já ouvi até mulheres que gostam da aparência do homem de barba, mas não apreciam o contato com a pele. Daí já se tem idéia do quanto o assunto é cabível de discussão.

Então o debate sobre barba passa por dois pontos: Aparência e Contato.

Tenho impressão de que para as mulheres, a barba exala um “quê” de dominação, de segurança, força, até mesmo confiança. No entanto, esse meu ponto de vista não passa de especulação. Seria necessário um aprofundamento maior para chegar a algo mais concreto. Por exemplo: todo homem de barba denota este aspecto dominador? Um homem sem barba pode ter cara de cafajeste?

Note, porém, que a discussão até aqui aborda somente a aparência. É obvio que o fato de ter ou não barba pouco influenciará na verdadeira personalidade de alguém, embora influencie sim na imagem que passa. Talvez menos que o olhar ou a linguagem corporal, mas influencia...Me veio à mente agora algo relevante: homens que deixam a barba crescer o fazem por terem, inconscientemente, um potencial para a dominação e por isso cultivam algo tão característico ou deixam a barba crescer para parecerem mais dominadores, ainda que não o sejam?

Essas eu deixo pra você me dizer.

Falemos então do toque...Por motivos óbvios eu não poderei me aprofundar nessa questão (não, eu não iria gostar definitivamente de uma barba roçando no meu pescoço...). Mas nem por isso vou deixar de dar minha opinião, mesmo superficial. Deixando de lado qualquer possibilidade de me defender de galhofas futuras, eu realmente acho que, na posição de mulher, eu não iria apreciar muito o toque da barba, principalmente as ditas “por fazer”, que são o tipo de barba que costuma chamar mais atenção das mulheres no que tange a aparência. Ela é áspera e muito provavelmente incomoda ao toque, além de possivelmente machucar dependendo da intensidade do contato. No entanto eu conheço quem descorde totalmente de mim. E não são poucas. Portanto, a polêmica ainda reside na questão do toque, além da aparência.

Sendo assim, a discussão a cerca da barba parece se tornar ainda mais polêmica. Pra você, um homem deve ou não deve ter barba? Por causa da aparência ou do toque? Vale a pena agüentar um em detrimento do outro?

Não deixe de opinar! Não me faça botar as barbas de molho...

I.A.

7 Comentários:

Tatiana disse...

Amor adorei o blog!! Tá lindo!! ^^

E sobre a barba.... você sabe como eu gosto dela ;) heheheheehe

Te amo!!
;*

Márcio Lima disse...

eu costumo fazer a barba de uma em uma semana, até gosto de ter mas mtas pessoas axam q da uma aparencia mais 'suja' ao rosto.

brigado pela visita kra tbm voltarei aki
abraço

Marie Curie disse...

ahá, vim fazer visita. QUanto a barba, eu acho que gosto em algumas pessoas e em outras não. Mas só as por fazer, por que homem barbudo me dá uma sensação de coisa suja, largado! Restos de sopa e migalhas de pão se acumulam formando um ecossistema nada agradável na linha opinião! E quanto ao fator contato, daí sim marca-se minha preferência por homens sem barba (e eu acho a carinha de bebê mais perigosa, mais cafa que a barbinha de bicheiro): me dá uma alergia absurda, de ficar vermelho e coçar tudo! É a famosa dermatite de contato! Pra mim, barba por fazer, só com Polaramine, huahauha! Bjus!

Blog Do Ton disse...

Acho que a parte ruim de nascer homem é a barba. Quem não acha um saco ter que fazê-la quase que diariamente?!
Já existem métodos estéticos para se livrar de vez desta rotina. Uma delas e nada barata é a depilação a laser.
Mas não quero e nem saberia dar dicas de estética ou de como poderia lhe ajudar a ter um barbear mais perfeito e com menos irritação.

Lady disse...

não gosto de barba mas acho que fica bem em vcs homens.
se quiser retribuir a visita
http://grudeichicletes.blogspot.com/

André Seyffert disse...

E aew Igor!!!
olha cara eu gosto de variar bastante hora eu estou com barba hora não, pra não ficar na rotina!

Uma barba bem feita sempre fica estilosa!! da um que a mais!

abrass até mais!!

Andreia_Kai disse...

Não sei como você fica de barba, meu amigo, mas... Eu acho que um homem fica com uma imagem mais elegante sem a barba. A barba geralmente envelhece a pessoa, dá uma imagem "menos limpa". É só você pensar na hora de uma entrevista para um emprego.. quem tem maior chance: Um homem bem barbeado ou um homem com barba?

Eu?

Minha foto
Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brazil

::: O que vejo por aí...

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO