"Antes de mudar o mundo, mudar a gente. Ajuda pra caramba..." (Renato Russo)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

O Brilho do Lado Escuro


Sr. Igor, o senhor gosta de Rap?

Sim, eu gosto de rap e não é segredo pra ninguem que curto o ritmo desde que Beat Boys, no Brasil, era som de universitário pseudo-rebelde filhos da ditatura (dos militares ou das vítimas, perdoem-me a parcialidade). E como eu não era universitário na época, conheci o ritmo através de um cara de apenas 18 anos que se auto-intitulava "o Pensador" com colhões para escrever uma música cujo nome é "Hoje eu to Feliz, matei o presidente". E desde então eu sou um fã incondicional do trabalho do dito cujo. Acredito também que isso não é segredo pra ninguem.

O que pouca gente sabe é que "de vez em nunca" eu me arrisco a escrever algumas linhas ritmadas. Como essas aqui...

O Brilho do Lado Escuro

E então me sorri triste...
Olhos de pássaro enjaulado
Sem perceber que a porta da gaiola abre para o outro lado...
Pro coração
E que o mundo é uma cela para aqueles que esperam
E não percebem que estão presos..
Que qualquer lugar é mundo se olharmos direito
Pra lá...
Aonde a luz do Sol não bate
Mas é como a da criança com o brilho no olhar...
Lá, onde pouca gente enxerga
mas sente sem saber explicar
Lá, onde o grito não é ouvido
mas a mente exaspera...
Lá, onde o veneno é a espera.
Pois na frase do poeta
Quem espera não alcança
E a visão é como a de criança
Que enxerga o copo d’água sempre com a metade cheia
Transbordando gratidão, pois esperança, meu irmão, é prato que se come quente
Come agora, saboreia-se na hora sem medo de queimar a língua
Pois se a língua queima tem perdão...
E se tem medo tem orgulho
Que é bom...
Mas se é demais pode atrasar...
Pode botar...levantar barreira...
Naquele mundo...
É...
Naquele mundo sem porteira...
Onde não se enxerga, mas não há cegueira...
Onde o Sol não brilha, mas que tem fogueira...
Onde não há grito, mas se escuta
Onde pode haver veneno, mas não se reluta...
Onde não há sentido, mas se entende...
Onde aquele que encara não se arrepende...
Onde há o azar, mas existe sorte...
Onde está a vida, mas também tem morte...
Onde mais lateja quando vêm a dor
Onde a dor não permanece porque têm o Amor
Onde há tormenta, mas também tem calma...
Onde existe o corpo, mas habita a alma!

(Igor André)

Espero que gostem. O meu telefone pra contato é...ah esquece!

Até!!!

Foto: Abalando - Disco de Estréia de Gabriel o Pensador

4 Comentários:

Mariana Valente disse...

Poxa fiquei esperando o telefone pra contato, hahahahah...
brincadeiras à parte, poxa, se todas as suas letras forem assim... Meudeusdocéu!!!
Sinceramente, adorei!
É sempre bom ver gente talentosa nesse mundo blogueiro!!!

Boas festas pra ti (ou deveria dizer: bom feriado de comilança e consumismo?)

Beijocas!

Anna Oh! disse...

Igor, procuramos seu email para lhe enviar o selinho da Promoção de Natal... Por favor, mande seu email em um comentário ou no email do Divã, divarosachoque@gmail.com

Obrigada e Feliz Natal!
Equipe Rosa Choque

Anna Oh! disse...

Voltandooo... hehehehehe

caracaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, tem aí umas coisas que le lembraram Erico Verissimo ("mundo velho sem porteira"), Guimar~es Rosa (aham, tem coisa que lembrou... e sabe aquela música do Zeca Baleiro chamada Piercing? Mto mto mtooo bom!

Bjussssssss

ps: hauahauahau, adoooro aquela do Gabriel chamada "Faça o Diabo Feliz" (é esse o nome msm?)

Igor André disse...

"Faça o Diabo Feliz" - Ainda é só o Começo, segundo album do Pensador...quase fui escomungado de casa por causa dessa musica: Imagine um muleque de 11 anos cantando pra quem quiser escultar: "aê acabou não tem bis,então Faça o Diabo Feliz"

Demorou muito pra convencer o pessoal a ouvir a musica e perceber que tratava-se de uma ironia até que obvia, na minha opinião rsrss

Voltem sempre!

Eu?

Minha foto
Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brazil

::: O que vejo por aí...

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO